quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Relatório alerta: ondas de calor provocarão derretimento urbano



Mudança climática aumentará as ondas de calor em cidades dos EUA, elevando riscos aos pobres e idosos, sugere novo relatório

O aquecimento global aumentará as ondas de calor durante os verões nos Estados Unidos, o que é muito prejudicial à população de baixa renda, minorias em áreas urbanas e idosos, de acordo com relatório apresentado por grupos ambientais e de saúde pública.“Esse é outro motivo pelo qual temos de reduzir, ao máximo e o mais rápido possível, a poluição que causa o aquecimento global”, afirma Amanda Staudt, climatologista da Federação Nacional da Vida Selvagem, que divulgou o relatório junto aos Médicos a Favor da Responsabilidade Social - organização sem fins lucrativos.

Leia toda a reportagem em:

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Coreia do Sul faz uso de gibi para prevenir crianças contra Norte

Os serviços de segurança da Coreia do Sul estão usando histórias em quadrinhos e jogos de computador para transmitir entre crianças e adolescentes "mal informados" a mensagem de que a Coreia do Norte, dotada de armas nucleares, ainda é uma ameaça. Na semana passada, a polícia lançou um gibi intitulado "Ji-yong Parte em Viagem no Tempo", voltado a crianças de 10 a 15 anos de idade.  A história trata de um garoto que viaja no tempo, acompanhado do fantasma de seu avô, nas costas de um dragão vermelho gigante. O menino testemunha a invasão norte-coreana da Coreia do Sul, em 1950, e a ditadura stalinista de Kim Il-sung, além dos campos de trabalhos forçados, a fome, as armas nucleares e os ataques cibernéticos contra sites de todo o mundo. No gibi, Ji-yong vê norte-coreanos à beira da morte por inanição, cochichando às escondidas sobre seu sistema político e sendo fuzilados quando tentam deixar o país. O sucesso econômico e a democracia sul-coreanos formam um contraste agudo quando o dragão sobrevoa a grande metrópole de Seul. "Produzimos os gibis com base na avaliação de que a maioria das crianças e dos jovens sul-coreanos têm uma visão distorcida de questões ligadas à segurança", alegou a polícia, citando pesquisa que mostra que 57% dos alunos de escolas "não têm consciência" da Guerra da Coreia e que 60% dos jovens de 20 anos não sabem quando a guerra começou. É comum ouvir do atual governo -menos propenso ao diálogo com o vizinho do que os anteriores- a queixa de que a geração mais jovem ignora a ameaça representada pela Coreia do Norte ou demonstra simpatia aberta por ela. O fato é atribuído em parte a cineastas esquerdistas que, nos últimos anos, criaram filmes de ação populares nos quais as distinções morais entre as Coreias perderam a nitidez. A polícia sul-coreana ficou alarmada neste ano quando um grupo de crianças de menos de 13 anos montou um grupo de mensagens na Internet elogiando Kim Il-sung e seu filho e sucessor, Kim Jong-il. Seis crianças foram detidas brevemente por "colocar em risco a segurança nacional".
Fonte: Folha de São Paulo Online acessada em 21 de dezembro de 2009.

China começa a erguer a maior ponte do mundo, com 50 km

A China começou a construir na semana passada a maior ponte do mundo. Com 50 km de extensão, a obra ligará o continente a Hong Kong e a Macau. Orçada em 73 bilhões de yuans (R$ 18,3 bilhões), ela tem forma de "Y", cruzando o mar em 35 km e parte do delta do rio das Pérolas (a ponte Rio-Niterói tem 14 km). Será necessária a criação de uma ilha artificial de 216 hectares, onde ficarão a alfândega e a administração do complexo, além de um túnel de 5,5 km, o maior do mundo, para não atrapalhar um aeroporto vizinho. Os chineses ainda precisam de visto para visitar Hong Kong e Macau, que têm status de territórios autônomos. Seis pistas para carros e caminhões atravessarão a ponte a no máximo 100 km/h. O trajeto entre a cidade chinesa de Zhuhai, vizinha a Macau, e Hong Kong será reduzido de quatro horas para uma. A obra, considerada megalomaníaca por muitos, foi anunciada no início do ano pelo gabinete chinês como uma das mais importantes para o estímulo da economia chinesa, que enfrentava então a pior desaceleração em cinco anos. O delta do rio das Pérolas é considerado o berço do capitalismo chinês. Foi o principal entreposto comercial do país no século 19 e o laboratório de testes do líder comunista Deng Xiaoping, que criou na vizinha Shenzhen a primeira zona franca do país. Um terço das fábricas exportadoras chinesas fica na região, a mais afetada pela queda do consumo dos principais mercados chineses -União Europeia, EUA e Japão. "Esta é uma ação para que Hong Kong, Macau e a região do delta do rio das Pérolas superem a recessão global, atraiam mais investimentos e inspirem seu povo", disse o vice-primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, na cerimônia de início das obras. O governo autônomo de Hong Kong estima que a ponte gerará o equivalente a R$ 11 bilhões em suas duas primeiras décadas de uso. A estimativa é que toda a obra esteja concluída em 2015. A ex-colônia britânica Hong Kong, de 7 milhões de habitantes, tem a maior Bolsa de Valores da China. A vizinha Shenzhen, com 11 milhões, é o maior polo industrial do país. Com apenas 550 mil habitantes, Macau é o paraíso do jogo da Ásia -seus cassinos faturam US$ 12 bilhões ao ano, o dobro de Las Vegas.

Impacto ambiental

Segundo a empresa de engenharia britânica Arup, que desenvolveu o projeto com os chineses, a ponte é à prova de terremotos. Há apenas um ano e meio, a China já tinha inaugurado a maior ponte sobre alto-mar do mundo, de 36 km, ligando o porto de Xangai ao anexo portuário de Yangshan. Para a organização não governamental World Wildlife Fund, a ponte destruirá ecossistemas marinhos da região e vai colocar em perigo uma espécie de golfinho chinês. A agência de notícias estatal Xinhua disse que o governo estuda o impacto ambiental e que a construção terá cuidados especiais com o ambiente.
Fonte: Folha de São Paulo Online acessada em 21 de dezembro de 2009.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Década atual é a mais quente da história

Temperaturas entre 2000 e 2009 estão, em média, 0,4°C mais elevadas, afirma Organização Meteorológica Mundial.

Este ano (2009) caminha para ser o quinto mais quente; Sul do Brasil, Índia e China tiveram ondas de calor severas, diz estudo divulgado ontem (08 de dezembro).

Os anos que vão de 2000 a 2009 correspondem, por enquanto, à década mais quente da história desde que medições confiáveis começaram, em meados do século 19. A década de 2000 supera com folga os anos 1990, derrubando a tese de que o aquecimento global teria "estacionado" ou até "começado a diminuir" a partir de 1998 -ano que, isoladamente, é o mais quente já registrado.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ciencia/fe0912200901.htm

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Liderança pode ser desenvolvida desde a Infância


Em uma analogia com o homem alfa - nome emprestado da biologia para identificar o líder de um grupo de animais, que exibe força, coragem e é responsável pela caça -, as crianças também podem desenvolver essa característica. Segundo a psicóloga Angélica Capelari, professora de Psicologia da Universidade Metodista de São Paulo, os pais e a escola podem ajudar muito nessa tarefa ao expor a criança a situações em que ela tenha de decidir, reagir ou pedir algo. A grande questão, no entanto, é saber se essa criança vai continuar liderando ao mudar de grupo.

Leia Mais

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Níveis de gases-estufa batem recorde na atmosfera, diz ONU

As concentrações de gases que provocam o efeito estufa na atmosfera estão no maior nível já registrado e continuam aumentando, disse na segunda-feira a Organização Meteorológica Mundial (OMM, um órgão da ONU).O diretor da agência, Michel Jarraud, disse que essa tendência pode estar levando o mundo para os cenários mais pessimistas com relação ao aquecimento global nas próximas décadas, caso não haja uma ação urgente.


Leia Mais - http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultnot/reuters/2009/11/23/niveis-de-gases-estufa-batem-recorde-na-atmosfera-diz-onu.jhtm

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

A Capital catarinense briga pelo título de Vale do Silício brasileiro


O slogan Florianópolis, Vale do Silício brasileiro, ou, na adaptação local, Florianópolis, Ilha do Silício, não chega a ser uma novidade. O que há de novo é que a mídia internacional está comprando a ideia. Recentemente, a britânica BBC e o Corriere della Sera, maior diário italiano, embarcaram na onda da Capital catarinense como a cidade do futuro. Falta agora convencer os grandes investidores globais.

Leia Mais em:

Pessoas saudáveis que tomam antidepressivo ficam menos irritadas


Um estudo feito na Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) concluiu que tomar baixas doses de antidepressivos altera o humor de pessoas saudáveis. Elas se irritam menos e ganham mais tolerância e eficiência. A pesquisa analisou 120 voluntários rigorosamente saudáveis – eles não poderiam ter pais, irmãos, avós, tios ou primos com nenhum sintoma de doença psiquiátrica. Por 12 semanas eles tomaram aleatoriamente duas pílulas. Uma continha 40 miligramas de antidepressivos – doentes usam doses a partir de 75 mg – e a outra não tinha nenhum princípio ativo. Depois, especialistas analisaram as mudanças em diversas áreas da saúde mental e física – agressividade, personalidade, sono, alimentação e o cérebro.

Leia Mais

sábado, 24 de outubro de 2009

Vinte anos depois, Muro de Berlim vira símbolo da tolerância na Alemanha unificada


É impossível não desembarcar em Berlim procurando pelo que restou de um dos momentos históricos mais impactantes do século 20. Em novembro de 1989, uma multidão eufórica pôs abaixo os 155 quilômetros do muro que, desde 1961, separou simbolicamente o Ocidente do bloco comunista durante os duros tempos da Guerra Fria. Para a decepção de muitos, encontrar vestígios do antigo marco divisório das duas Alemanhas não é uma tarefa fácil: em seu lugar ergueu-se uma metrópole vibrante, restabelecida política e economicamente, que não olha para trás. Berlim fascina os visitantes que tentam decifrar o significado de sua nova paisagem, repleta de edifícios modernos, grafites provocadores e muita agitação cultural.Vinte anos depois da unificação, no coração da cidade, os sinais da nova Berlim vão muito além das poucas ruínas que restaram de pé. Potsdamer Platz exibe escombros do muro só para turista ver. Antes quase abandonado por conta da divisão da cidade, o centro agora exibe reluzentes prédios, como o complexo da Crysler e o Sony Center, que dão a dimensão do ritmo de mudança que a cidade se impôs.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Como funciona a prospecção de petróleo no mar


A grande maioria (90%) do petróleo produzido no Brasil vem de campos off-shore, ou seja, plataformas exploratórias no litoral brasileiro. São 111 plataformas ao longo da costa brasileira. Destas, 33 são fixas e 78 flutuantes. A Petrobras, empresa estatal responsável pela exploração de petróleo no país, utiliza plataformas fixas, plataformas semi-submersíveis, FPSOs (plataformas fluentes que retiram e armazenam o produto) e plataformas auto-elevatórias.

Mais informações em:

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Migração entre países emergentes é maior


Metade das pessoas que emigram no mundo se movimenta entre países em desenvolvimento, mais do que os 37% que vão de nações em desenvolvimento para países desenvolvidos, informa reportagem de Cláudia Antunes para a Folha de São Paulo. Dez por cento mudam-se de um país desenvolvido para outro.

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Veículos a álcool estão entre os mais poluidores


O Ministério do Meio Ambiente divulgou ontem um ranking dos automóveis mais poluentes comercializados no país. Apesar de terem um combustível considerado mais limpo, os carros a álcool ocupam oito das 15 piores posições --alguns têm motor "flex".

Leia a reportagem completa em:

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Nova Iorque começa a aderir ao "green roof", projeto ecológico que transforma o topo dos prédios em área verde

Quando se mudou para a cobertura de um charmoso prédio no Upper West Side, em setembro de 2005, o empresário do mercado financeiro Scott Johnson decidiu construir um jardim na laje de concreto. Em pouco tempo, floreiras com arbustos e tulipas sobrepuseram-se ao cinza, o espaço ganhou cadeiras, mesas e esculturas de metal que balançam ao sabor do vento. Virou o lugar favorito da casa. (...) A ONG Earth Pledge mantém um projeto chamado Greening Gotham (Gotham é um dos apelidos de NY),dedicadoa incentivar a criação de telhados. Foi no prédio da ONG, entre 1999 e 2000, que se construiu o primeiro, aplicando uma técnica que protege a alvenaria e é leve a principal dificuldade dos jardins suspensos é que ficam pesados demais com terra e podem comprometer a estrutura do edifício.

Para mais informações acesse o site da Folha de São Paulo:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/especial/2007/morar4/rf3108200709.shtml

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Em Copenhague, 37% da população andam de bicicleta



A capital dinamarquesa é a cidade mais popular da Europa entre os ciclistas. São 350 km de ciclovias em uma cidade limpa e sem ladeiras, o que faz com que 37% das pessoas em Copenhague vão de bicicleta para o trabalho, escola ou universidade. E eles têm preferência nos cruzamentos e nos semáforos.


Mais informações a respeito no site -


video

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Empresas prometem reduzir emissão de carbono


Por uma questão puramente econômica, grandes empresas brasileiras anunciaram ontem em São Paulo um compromisso para reduzir suas emissões de gases que contribuem para o aumento do efeito estufa.O documento, apresentado durante um seminário realizado pelo jornal "Valor Econômico" e pela "Globonews", é assinado por siderúrgicas, empresas de energia, empreiteiras, redes de supermercados, entre outros setores.As signatárias se comprometem, por exemplo, a publicar anualmente, a partir de 2010, um inventário de emissões de gases de efeito estufa. Assim como o governo federal, o setor empresarial ainda não apresentou metas de redução. Só a promessa de que fará algo. (...) A fala de Roger Agnelli, diretor-presidente da Vale, resume o espírito dos grandes empresários. "A sociedade tem exigido [esse compromisso ambiental]". De acordo com o executivo, qualquer empresa que esteja no mercado internacional hoje precisa colocar a questão das mudanças climáticas em seus planos estratégicos, sob pena de sofrer prejuízos reais.O setor automobilístico, por exemplo, é um dos que estão na berlinda. Carros que poluem mais, como os a diesel, poderão deixar de ser lucrativos para os fabricantes caso ocorra uma taxação ao carbono extra lançado por esses automóveis.Em contrapartida, os veículos menores, a álcool, teriam até incentivos fiscais, por parte dos governos, para serem fabricados em maior quantidade.

Fonte: Folha de São Paulo Online acessado em 26 de agosto de 2009.

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Internet chega a 64,8 milhões de brasileiros em julho

Entre países pesquisados, Brasil continua líder no que se refere ao tempo de navegação por usuário

O número de internautas brasileiros cujo acesso à rede acontece por conexão em qualquer tipo de ambiente (como casa, trabalho, bibliotecas ou LAN houses) chegou a 64,8 milhões em julho. Em junho, esse o número era 62,3 milhões de pessoas -um aumento de 4% no período mensal. As informações foram divulgadas pelo Ibope Nielsen Online.Do número global de internautas brasileiros, 36,4 milhões de pessoas usaram a internet no trabalho ou em residências - o que significa um crescimento de 10% sobre os 33,2 milhões registrados no mês de junho.

Mais informações no site: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/dinheiro/fi2108200933.htm - Folha de São Paulo Online - acessado em 22 de agosto de 2009.


Julho foi mês mais quente para o oceano



Julho de 2009 foi o mês mais quente para os oceanos desde que as medições começaram, há 130 anos. A temperatura média da água foi de 17C, segundo o Centro Nacional de Dados Climáticos dos EUA -0,6C acima da média do século 20. E em agosto ela pode subir ainda mais. O recorde anterior havia sido julho de 1998, o ano mais quente da história. Dois fatores principais explicam a anomalia: o início de um El Niño no Pacífico e o aquecimento global, além de uma série de variações aleatórias. A maior elevação de temperatura foi no Ártico, que ficou até 5,5C acima da média. Isso pode acelerar ainda mais o degelo na região. Nos trópicos, a água mais quente poderia também servir de combustível para furacões. Temperaturas altas no mar são um sinal mais grave de mudança climática que as do ar, já que o oceano responde mais devagar ao efeito estufa.


Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ciencia/fe2108200903.htm - Folha de São Paulo Online, acessado em 21 de agosto de 2009.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Gripe A: empregadores começam a liberar funcionárias grávidas em Santa Catarina



Lideranças da indústria e do comércio catarinense vão acatar as determinações do Ministério Público do Trabalho e unidades do Estado já começaram a liberar suas trabalhadoras gestantes. Em Santa Catarina, segundo a Secretaria do Estado da Saúde, existem 57 mil grávidas hoje — 33 mil delas ocupando postos de trabalho.

Se quiser saber sobre a Gripe A no Brasil acesse http://www.clicrbs.com.br/zerohora/swf/Gripe_ah1n1/index.html

video

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Respirar um ar mais saudável é direito de todos




Na sexta-feira, dia 7 de agosto, entra em vigor a lei antifumo no Estado de São Paulo. Esta norma "proíbe o uso de cigarro e derivados de tabaco em áreas fechadas de uso coletivo, como bares, restaurantes, casas noturnas, escolas, ambiente de trabalho, museus, shoppings, lojas, repartições públicas e táxis. O fumante não será punido, mas pode ser obrigado a deixar o local. A multa fica para o proprietário do estabelecimento". Acredito que já era a hora das autoridades tomarem providências acerca desta situação. Desta forma, ambos os direitos estão assegurados. Para aqueles que não são adeptos ao cigarro, o direito de respirar naturalmente. Aos que fumam o direito de ter garantido sua liberdade de escolha. Parabéns governador de São Paulo e que esta medida se estenda a todas as unidades da federação. É importante ressaltar que respirar um ar mais saudável é direito de todos.

video

As qualidades de um líder no mundo atual



Nos dias de hoje, caracterizados pelas evoluções cada vez mais rápidas das ferramentas de informação e da comunicação, as qualidades de um líder ganham novos paradigmas. Para se destacar no mundo dos negócios, segundo alguns especialistas no assunto, os líderes, devem ser agéis, criativos, corajosos, apaixonados pelo que fazem. Precisam também ter a habilidade de trabalhar em equipe, projetar o futuro e criar elos.